Pages

11 de nov de 2010


Doce Ilusãao ;*

0

E quanto tempo mais permanecerei com a dúvida?!
Agora, no entanto, estou mais feliz, confiante, acredito que você sinta, realmente, algo por mim, mesmo que não seja aquilo que chamamos de "amor", mas sei que sente algo brotar dentro de você.
Ao passar destes dias, sinto a toda hora uma vontade de estar com você, não porque é algo automatico, mas sim, porque eu quero estar com você.
Não entendo essa sua indiferença de vez em quando, porém, sei que faz parte de um estudo mental, conheço você a tão pouco tempo, mas já conheço tuas "manhas".
É tão meigo, quando quer, e muito misterioso, também quando quer.
Sabe me conduzir, não por que você quer, mas, novamente, porque eu deixo que me conduza, é interessante quando acha que você é o meu centro das atenções. Também é interessante quando, de repente, você não consegue obter algo de mim, ao qual tinha a mais certeza de que conseguiria, no entanto, pego de surpresa, por que simplesmente ajo com a maior indiferença.
Se você soubesse pelo menos da metade das coisas que penso em relação a nós dois, (risos) imagino seu rosto coberto de entusiasmo !
E, quando você me olha tão intensamente, chega a me deixar estonteante, ai amor, se você soubesse de tantas e tantas coisas que me causam euforia quando você as faz, mas deixo você fazer quando as quer, sem que perceba que estas são-me adoradas, para que assim eu saiba que realmente são feitas por sua vontade, sem outras intenções, sem que pareça estar persuadindo-me.
E finalmente, se soubesse que a cada dia você deixa um pouco de si em mim, e um pouco de mim fica contigo, hum, aí você saberia que o que eu pretendo ter com você não é apenas um mero romance, mas um relacionamento amigável, confiável, amoroso, apaziguado, sabido, sempre com a meta de crescer, juntos, crescer.

0 comentários:

Postar um comentário

ée meeu, ée seeu, ée nosso ;*